Conheça São Jorge

Conheça São Jorge

São Jorge, também conhecido como o Santo Guerreiro, é um dos santos mais emblemáticos da Igreja Católica.

Hoje, vamos te contar um pouco sobre quem foi São Jorge e sua vida. Continue lendo para aprender mais!

Conheça São Jorge

Nascido em Capadócia, entre os anos de 270 e 280, São Jorge – também conhecido como Jorge da Capadócia ou Jorge de Lira – foi uma figura importante no exército, o que o fez se tornar o Santo Guerreiro.

No Brasil, é conhecido como o santo padroeiro da Cavalaria do Exército Brasileiro e dos escoteiros. Além do nosso país, ele também é santo padroeiro em Portugal, Sérvia, Geórgia (país que leva o nome em homenagem ao santo), Lituânia, Bulgária e Etiópia. 

A sua história de vida já foi assunto de muito debate entre os historiadores. Alguns duvidam de grandes feitos realizados pelo santo, porém a sua existência nunca foi uma dúvida, de acordo com a Enciclopédia Católica. 

De acordo com as lendas, sua família era cristã. Seu pai, Gerôncio, morreu em batalha e São Jorge acabou se mudando para a Palestina após sua morte. Na adolescência, entrou para o exército e rapidamente subiu de posto devido à sua dedicação.

Por ser bem carismático, Jorge se tornou cada vez mais importante no meio e, antes dos 30 anos, foi responsável pela guarda pessoal do imperador Diocleciano. 

Após um tempo, o imperador mandou prender todos os soldados romanos que praticavam a fé cristã, não sabendo que Jorge era um deles. Ao saber, Jorge tentou contestar a decisão, e Diocleciano estava certo de que conseguiria fazê-lo desistir de sua fé. Jorge foi torturado por um período significativo de tempo.

A cada nova sessão de tortura, Jorge era levado ao imperador que, por sua vez, perguntava se ele já estava preparado para renegar Jesus. Ele, por sua vez, dizia sempre o contrário do que o imperador desejava ouvir; até que a sua execução foi ordenada, no dia 23 de abril.

Curiosidades sobre São Jorge

Que tal aprender um pouco mais sobre Jorge da Capadócia com algumas curiosidades?

  • O dia de sua morte, 23 de abril, ficou definido como o dia em sua homenagem;
  • Em 1963, o Papa Paulo VI rebaixou o santo para menor da terceira categoria. O que significava que seus cultos não teriam mais caráter universal e seriam opcionais;
  • Em 2000, o então Papa João Paulo II restaurou a relevância de São Jorge;
  • A saúde de animais domésticos costuma ser um motivo para a invocação do santo, porém o santo dos animais é o São Francisco;
  • Para a Igreja Ortodoxa, o dia de celebração do santo é em 6 de maio;
  • É muito comum que as histórias e lendas de São Jorge matando um dragão sejam colocadas em cheque;
  • Seu Jorge é padroeiro do clube de futebol paulistano Corinthians;
  • Ao que tudo indica, os restos mortais do santo estão na cidade de Lod, em Israel, justamente na igreja ortodoxa de São Jorge.

A oração

Agora que você já conhece um pouco sobre São Jorge, vamos deixar aqui sua oração:

Eu andarei vestido e armado, com as armas de São Jorge.

Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem,

tendo mãos não me peguem,

tendo olhos não me enxerguem

e nem pensamentos eles possam ter para me fazerem mal.

Armas de fogo o meu corpo não alcançarão,

facas e lanças se quebrarão sem ao meu corpo chegar,

cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo amarrarem.

Jesus Cristo me proteja e me defenda com o poder de sua Santa e Divina Graça,

Virgem Maria de Nazaré, me cubra com o seu sagrado e divino manto, me protegendo em todas minhas dores e aflições,

e Deus com a sua Divina Misericórdia e grande poder, seja meu defensor, contra as maldades de perseguições dos meus inimigos,

Glorioso São Jorge, em nome de Deus,

me estenda o seu escudo e as suas poderosas anulas,

defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza,

do poder dos meus inimigos carnais e espirituais e de todas suas más influências,

e que debaixo das patas de seu fiel ginete,

meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós, 

sem se atreverem a ter um olhar sequer que me possa prejudicar.

Assim seja com o poder de Deus e de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.

Amém.

Agora que você já conhece a oração de São Jorge e aprendeu alguns fatos sobre a sua vida, que tal ler um pouco mais sobre quem foi a Irmã Dulce e a importância dela para a religião?

Marcações: